HOME  |  ARTIGOS  |  CASOS  |  QUEM SOMOS  |  OPUS COMENTA  |  DICIONÁRIO  |  PARECE OVNI  |  LINKS  |  CONTATO

 


...Mas não é
 

De acordo com as investigações oficiais da Força Aérea dos EUA, realizadas entre 1947 e 1969, apenas 6 de cada 100 relatos permaneceram inexplicados. Os 94 restantes se deveram, principalmente, a fenômenos naturais e artefatos tecnológicos. O pesquisador de Ufologia precisa ser cuidadoso em sua análise. Confira aqui:
 

 

Estrelas cadentes (meteoritos) - em sua entrada ou tangenciamento (quando passam  “raspando”) pela atmosfera terrestre, o atrito produzido gera combustão e calor. Aparecem como um risco luminoso no céu.

 

Relâmpagos esféricos (Ball Lighting) - são esferas luminosas que ocorrem na atmosfera, em geral próximo a nuvens de tempestade. Apesar de existirem mais de mil relatos de sua ocorrência nos últimos 150 anos, este fenômeno permanece como um dos grandes mistérios da atividade elétricada atmosfera. Para saber mais, clique aqui
 

   

Miragens - em dias quentes, as camadas de ar mais próximas do solo ficam mais quentes que as camadas superiores. Como o índice de refração da luz diminui com a temperatura, podemos ter a falsa percepção visual de ver no horizonte objetos que não estão lá. É uma das explicações para as miragens em desertos. Há também diversos navegantes que juraram avistar ilhas ou astronaves flutuando em pontos do mar onde só há água. E mais: quem já não viajou por uma estrada que parecia molhada ou espelhada em um dia de calor?

   

Nuvens - certas formações, impressionantemente parecidas as astronaves relatadas por testemunhas, já foram tomadas por discos voadores. 
 

   

Balões de pesquisas meteorológicas - por flutuarem em grandes altitudes, geralmente acima das rotas aéreas, podem ser considerados uma das principais “pegadinhas” para os observadores incautos! Veja aqui um caso de balão meterológico solucionado pela OPUs
 

   

O planeta Vênus - pode aparecer como um ponto muito brilhante no céu. É importante conhecer um pouco de astronomia para não se enganar. Leia artigo OPUs sobre o assunto.
 

   

Atividade vulcânica - faíscas e gases combustíveis que saem de certas fendas no solo já foram interpretados como evidências de astronaves extraterrestres.
 

 

Luzes de aeronaves - se um observador está na direção, ou seja “de frente” para a trajetória de um avião em procedimento de descida, as luzes da aeronave vão parecer “paradas” ou até com movimentos levemente oscilatórios, mesmo a mais de 30km de distância, em uma noite de céu limpo. Já houve um caso na Amazônia que confundiu diversas testemunhas. Era um Boeing 737.
 

 

Satélites - boa parte dos relatos de OVNIs que ocorrem no início da noite e no final da madrugada se devem ao reflexo da luz do sol, que esta escondida para nós durante a noite, mas que se reflete em objetos metálicos em órbita ou em grandes altitudes, como por exemplo, no caso de diversos satélites. Leia artigo OPUs sobre o assunto