HOME  |  ARTIGOS  |  CASOS  |  QUEM SOMOS  |  OPUS COMENTA  |  DICIONÁRIO  |  PARECE OVNI  |  LINKS  |  CONTATO

 


Implantes de memória

 Por Marco Montarroyos Callegaro

INTERPRETAÇÃO DOS SONHOS

O ambiente terapêutico pode ser bastante propício à sugestionabilidade, criando as condições favoráveis aos implantes de memória. Um procedimento comum em psicoterapia, por exemplo, é o uso da interpretação dos sonhos, que foi investigado pela psicóloga italiana Giuliana Mazzoni em colaboração com Loftus(1). Inicialmente, as pesquisadoras solicitaram aos sujeitos que avaliassem se determinadas experiências tinham realmente ocorrido ou não, para ter certeza que certos eventos não haviam acontecido. Tratava-se de três eventos sobre supostas lembranças desagradáveis anteriores aos três anos de idade (ficar perdido em um lugar público, estar sozinho e perdido em lugar desconhecido ou ser abandonado pelos pais). O próximo passo foi testar a hipótese de que a interpretação dos sonhos poderia ajudar, através da sugestionabilidade, a criar experiências do passado em nossa memória construtiva. Os sujeitos foram distribuídos em dois grupos, sendo então submetidos a uma atividade terapêutica de interpretação de sonhos com um psicólogo. Em um dos grupos não foram feitas sugestões e no outro o psicólogo insinuou que os sonhos interpretados continham lembranças reprimidas de eventos que teriam acontecido antes dos três anos revelando, precisamente, as experiências que os sujeitos afirmaram anteriormente nunca ter vivenciado. Duas semanas mais tarde, a maioria dos sujeitos que receberam as sugestões lembrava pelo menos uma das três experiências sugeridas, enquanto os sujeitos que não receberam as insinuações não recordaram nenhum evento implantado. Este resultado aponta para a inquietante possibilidade de que a interpretação sugestiva dos sonhos pode induzir a construção de uma estrutura fictícia de lembranças de experiências passadas, alterando para sempre nosso conhecimento consciente autobiográfico.

(1) MAZZONI & LOFTUS, 1998

 

 

Informações adicionais:


Leia o conteúdo dos boxes publicados na versão impressa:

________________________

Leia também o artigo OPUs: Seqüestrados por ETs?